1 de julho de 2013

Apesar do fim do Google Reader o RSS ainda não morreu, alternativas

O Google, e mais atualmente o Yahoo, de vez em quando fecha alguns serviços, que geralmente ninguém usava e que poucos sentirão falta. Infelizmente no último anuncio quem iria morrer seria o Google Reader, um leitor de RSS. Talvez muitos nem saibam o que é RSS, pense num protocolo para receber notícias de sites, sem que você precisa ficar entrando no site, o Twitter atualmente é muito usado para isso.

O FeedBurner em 2007 foi comprado pelo Google, ele é uma ferramenta que permitia os donos de sites monetizar os feeds, no meu caso eu apenas utilizo para enviar os posts no e-mail de quem cadastra. Mas depois da aquisição da empresa o Google parou de apoiar o padrão RSS, o próprio FeedBurner jamais foi atualizado, o Google Chrome, a despeito de todos os outros Browsers, não suporta RSS em sites, é necessário uma extensão.

Há muito tempo usava o FeedReader, é um programa para Windows bem legal e funcional, mas quando você começa a usar vários computadores deixa de ser funcional, pois não tem como ele saber o que você já leu no outro, portanto um serviço online passa a ser a melhor solução. O Google Reader era o melhor, funcionava muito bem, era rápido e estável.

Depois de anunciado seu fim, comecei a procurar um substituto, o que todos mais indicavam era o Feedly, que sinceramente foi uma opção que nem considerei, já que você precisa instalar a extensão no Chrome para utilizá-lo, não é um simples site.

Um que cheguei a usar um tempo foi o The Old Reader, que começou a ser desenvolvido a uns 2 anos, quando o Google Reader perdeu as funções sociais, que jamais usei, então na época não senti diferença. Ele é muito bom, conta com bastante recursos e também é simples para quem quer apenas ler notícias, o principal problema é que ele é lento, a interface é travada e os feeds demoram para atualizar. Isso ocorre provavelmente devido ele ter poucos servidores, ter recursos limitados, seria a melhor opção se não fosse esse problema.

O Digg, logo depois que o Google anunciou o fim do Reader, prometeu lançar um novo leitor até o fim do Google Reader, uma semana antes do prazo o Digg Reader (ao menos em estado Beta) e é o que venho utilizando. Sim, faltam muitos recursos, ele poderia ter uma navegação melhor, poderia ter busca, mas acredito que essas melhorias serão lançadas aos poucos, enquanto o site vai sendo criado, até porque nesses 3 meses ele provavelmente deram mais atenção em ter uma boa base, para depois se preocupar em recursos. O site é legal, pois logo que você logar com sua conta Google ele já faz a busca de seus feeds no Reader, então é bem simples fazer a migração.


Uma última opção seria o AOL Reader, que também foi criado para arrematar antigos usuários do Google, não sou grande fã da AOL, então acabei nem testando.

Os usuários também tem que levar em consideração se desejam acessar o os feeds pelo Smartphone, não faço esse tipo de uso, então não considerei esse fator. O Feedly me parece o melhor nesse caso, mas o Digg já tem um aplicativo para iPhone e promete um também para Android, quem fica atrás nessa corrida é o The Old Reader.

2 comentários:

Rafael Fidelis disse...

Eu to usando o AOL Reader, to gostando bastante! Achei fácil a usabilidade, to testando o Digg! Reader agora, depois posto minhas impressões.
Bom texto , valeu!

Ricardo disse...

O que você tá achando do Digg? O AOL tá legal, tem mais recursos que o Digg?