14 de abril de 2012

Porque notebooks gastam menos energia que desktops?

(fonte)
Muitas pessoas não sabem, mas notebooks gastam muito menos energia que um computador de mesa, aproximadamente 1/4. Isso se deve a dois principais motivos. Primeiramente o notebook tem que ter uma autonomia boa, além disso não pode esquentar muito.

Processadores atuais para notebook consomem no máximo 35 Watts, isso junto com a placa de vídeo, mas com as tecnologias de economia, esse total, na maior parte do tempo, nem a 5 W chega. Existindo linhas inferidores como a Atom da Intel e alguns modelos de entrada Fusion da AMD, que consomem no máximo 9 W e muito menos que 5 W na maior parte do tempo. De desktop tem um consumo típico de 70 a 90 W, com alguns poucos modelos chegando até 130 W (sim, tudo isso), na maior parte do tempo consumindo entre 15 e 30 W (esse valor pode variar muito, dependendo do fabricante, do modelo e do sistema operacional). A principal questão é que há muito tempo existe a preocupação de economia de energia em notebooks, que só atualmente vem surgindo em desktops.

AMD Fusion C50 (fonte)
Outro ponto importante sãos as GPUs (placas de vídeo), que estão presentes em computadores para jogos e mesmo em mais simples que querem um desempenho superior. Elas consomem geralmente mais de 50 W, podendo chegar a mais de 200 W em modelos top (novamente, sim tudo isso), enquanto quando não estão em uso seu consumo pode varia de 10 a 50 W. Nos processadores atuais da Intel e AMD elas já estão incluídas no processador, assim seu consumo já está incluído na contagem do paragrafo anterior.

Se elas estão presentes em notebooks, geralmente é acompanhada de um tecnologia que habilita a placa rápida apenas quando necessária, usando a do processador na maior parte do tempo, essa tecnologia para placas Nvidia chama-se Optimus.

HD de Notebook de 1 TB (fonte)
Outros periféricos de um notebook também gastam menos energia. Peguemos o caso de HDs: 1,4 W contra 7 W, é uma diferença considerável. Não achei dados sobre gravadores de DVD, mas como os de laptop são mais lentos, também deve existir uma diferença, mas não tão grande.

Virtualmente todos as telas de notebook são iluminadas por LED (que são bem econômicas), além de terem um tamanho médio de 14 polegadas, não sei o consumo exato, mas chuto por volta de 10 W com iluminação média (meu notebook antigo gastava 10 W no total usando iluminação no mínimo). Telas de Desktop geralmente maiores com 17" ou 19" passaram apenas a pouco tempo a serem LED, logo gastam mais energia.

Fonte Corsair CX430 (fonte)
Por último as fontes de alimentação dos desktop são mais potentes, no entanto isso nada tem a ver com consumo, já que uma fonte de 200 W pode fornecer 50 W sem problema nenhum, só demonstra o consumo máximo. Geralmente elas são marcadas com mais de 300 W e podem fornecer na realidade por volta de 200 W. De notebook geralmente tem 69 W, com 40 W para modelos mais simples. Uma fonte de notebook tem que fornecer energia para tudo, desde a tela, passando por periféricos USB, carregar a bateria, etc. Enquanto a do computador não, já que o monitor e caixas de som são ligados diretamente na tomada.

Tux, Mascote do Linux (fonte)
Com isso é possível ver que notebooks são muito mais economicos que computadores de mesa. Você vai economizar muita energia caso passe a utilizar um notebook e ao contrário de algum tempo atrás, eles não ficam devendo muito em desempenho. Só que nem tudo são flores, a manutenção de computadores de mesa é muito simples e barata. É só abrir trocar alguma peça e fechar, enquanto de um notebook, mesmo entendendo muito de computadores, você vai acabar tendo que levar para um técnico.

Agora uma coisa engraçada. Já vi muitas pessoas falarem para usar Linux, pois é livre, de graça, você pode modificar para suas necessidades, entre muitos outros motivos. Só que existe um grande porém, os drivers escritos para Linux, na maioria das vezes, não são otimizados para economia de energia, na verdade nem contêm essa parte. Assim sua placa de vídeo que pode entrar no modo de economia de energia gastando 10 W, fica sempre com clocks no máximo gastando muito mais.

2 comentários:

RobsonB disse...

É verdade... uma grande economia.

Mas posso te dizer sobre manutenção, meu último desktop só deu dores de cabeça pujantes, enquanto que meu note de 2008 exigiu apenas um reparo, e nem foi nele, mas sim na fonte de 65w, que de tanto ir pra lá e pra cá acabou danificando o cabo bem onde está a caixa da fonte. Para evitar danos, levei o carregador a um bom eletrônico daqui que conserta tvs e ficou como novo por 15 reais, ressoldando e eliminando a parte do fio comprometida.

A experiência é tão gratificante, que hoje considero a compra de outro laptop e não tenho mais previsão de fazer alterações no de mesa.

RicardoZ disse...

Meu penúltimo desktop foi um calvário, era rápido, mas o processador Pentium 4 esquentava que nem um forno, tive que comprar um Cooler melhor q o Box para usar... No entanto o meu atual (que montei em 2008) funciona muito bem até hoje.

Em questão de Notebook tbm nunca tive problema, mas tenho um colega que trabalha em manutenção e me falou dos orçamentos, sai sempre muito mais caro que um desktop.