10 de março de 2012

Rumores e o provável Hardware da próxima geração de videogames

Caixa do Playstation 3 no lançamento
(Wikipédia)
Ao contrário da maioria dos jogadores, gosto de conhecer o hardware dos videogames (engenheiros...), que cada vez mais, com exceção da arquitetura do processador, se assemelham ao de computadores. Por exemplo, a placa de vídeo do Playstation 3 é uma Geforce 7800 um pouco modificada.

O Xbox 360 foi lançado em maio de 2005. Nessa época a ATI (atual AMD) nem havia lançado a série Radeon X1x00 e a placa de vídeo dele era baseada em partes na HD 2x00, que só seria lançada dois anos depois, em maio de 2007. Existe uma grande diferença entre essas duas séries, a primeira tem pixel shaders e vertex shaders, enquanto a nova arquitetura, utilizada no DirectX 10, unifica essas duas coisas, em shaders programáveis, que dão grande flexibilidade ao desenvolvedor.

Sua CPU tem 3 núcleos e usa arquitetura PowerPC, assim como o Wii e o Playstation 3, sendo uma escolha bem sensata para um console. Já que é possível integrar 3 núcleos, com 2 threads, enquanto utilizando a mesma tecnologia de fabricação a AMD apenas conseguiu integrar 2, com 1 thread cada, além do clock bem superior.

O Playstation 3 foi lançado novembro de 2006, sua GPU é baseada na série 7x00 da Nvidia, lançada no mesmo ano. Portanto, enquanto a Microsoft buscou uma placa de vídeo de vanguarda, a Sony pegou a solução disponível no mercado. Só que isso também tem a ver com o desenvolvimento do DirectX que é feito pela Microsoft, que já possuia o conhecimento da nova arquitetura, então valia a pena utiliza-la. O processador do Playstation 3, o Cell, foi desenvolvido especialmente (teve outros usos, mas nunca decolou), se bem utilizado é potente que do Xbox.

AMD Radeon Hd 6670, improvável (fonte)
Agora olhando para os rumores sobre a próxima geração. O principal que surgiu algum tempo atrás, foi o do próximo Xbox (720?) fazer uso do mesmo chip utilizado na Radeon HD 6670. Considero muito improvável que isso ocorra, já que esse chip é praticamente um Radeon HD 5670 requentada, que já foi lançada a mais de dois anos. É provável, se for anunciado esse ano, que ele conte uma GPU com as especificações bem parecidas com uma HD 77X0, já que linhas superiores fariam o consumo e a dissipação de calor irem as alturas. Caso seja anunciado ano que vem, um parecido com a HD 87x0.

Xenos, processador PowerPC do Xbox (Wikipédia)
A CPU não tem segredo, sem duvida alguma vai continuar sendo da arquitetura PowerPC, dessa vez gravado inicialmente a no mínimo 45 nm, provavelmente 32 nm, o que permitiria colocar 6 ou 8 núcleos rodando a quase 4 GHz. Lembrando que além de mais núcleos e clock, a arquitetura é 3 gerações mais atual (versão 2.03 contra 2.06), a Microsoft poderia até pegar um da linha que ainda será lançada, mas dai depende dela e do roadmap da IBM.

O Playstation 4 também é uma fabrica de rumores, dizem que a Sony não irá mais utilizar chips da Nvidia e passará, assim como a Microsoft, a usar da AMD. Só que nesse caso a CPU também, em processadores com arquitetura Fusion, que unem CPU e GPU num mesmo chip. Algum tempo atrás falaram a mesma coisa do Xbox, mas o rumor foi rapidamente esquecido, isso me parece mais um vazamento da AMD para marketing do seu chip que outra coisa. É bem improvável que isso ocorra, a Microsoft tentou usar um chip X86 e falhou epicamente com o primeiro Xbox.

Processador Cell do Playstation 3 (Wikipédia)
Outro ponto é que o Playstation 4 também não usará um modelo aperfeiçoado do Cell, já que a IBM (e nenhuma outra empresa) continuou seu desenvolvimento, que não tem sentido de continuar se for usado apenas em um videogame, provavelmente usará um chip PowerPC muito parecido com o do novo Xbox. Com isso esqueça a retrocompatibilidade, que será conservada novamente no Xbox, emular o Cell daria muito trabalho. A Nvidia também não saiu do pálio, ela não vai perder um contrato de no mínimo 60 milhões de GPUs (ou royalties pelo projeto, tanto faz), ela não pode se dar ao luxo com a atual situação do mercado de GPUs.

A quantidade de RAM é um mistério completo, o tipo usado também. A quantidade é um grande fator limitante da atual geração, com um total de 256 de RAM XDR (um tipo mais rápido de memória) e 256 MB GDDR3 de vídeo no Playstation 3 e 512 GDDR3 compartilhada no Xbox. É importante reparar que apesar de mais rápida no videogame da Sony, a solução apresentada no Xbox é melhor, pois permite ao desenvolvedor gerenciar o uso como ele quiser. Levando em consideração que Notebooks com 4 GB são bem comuns, não duvido que a nova geração saia de 1,5 GB à 2 GB GDDR5 (quem sabe 3 GB) de memória compartilhada, talvez XDR2 para a CPU, mas é improvável, pois a Rambus é a única empresa que desenvolve esse tipo, cobrando caro demais (vida a AMD que iria utilizar elas no lugar das GDDR5 nas Radeons HD 7970, mas acabou desistindo no final).

Mídia Bluray usada atualmente no Playstation 3 (Wikipédia)
Indo para a mídia usada. O Playstation 4, obviamente, vai continuar com o Bluray, enquanto o Xbox passará a utilizá-lo também. Tem surgido rumores que ele não teria leitor, mas seria muito improvável, mesmo com a internet mais rápida, baixar um jogo de 40 GB é complicado em qualquer lugar, tirando o espaço em HD que é limitado. É claro, que o foco em downloads vai ser muito maior, mas não único.

Resumindo, provavelmente o Xbox vai continuar com os mesmos fornecedores, IBM PowerPC + GPU da AMD e o Playstation 3, irá deixar de usar o Cell, para um IBM PowerPC e uma GPU da Nvidia ou AMD. Não faço ideia de quando eles serão lançados, talvez, como o Move não fez o sucesso do Kinect, a Sony tenha decidido adiantar o lançamento para o natal de 2013, enquanto anteriormente planejavam para o de 2014. Como quem inicia a geração antes tem uma vantagem na base instalada (Você compraria o que algum amigo já tem) a Microsoft decidiu não ficar atrás.

Editado em 24/03/2012: Um analista americano disse pouco depois de eu escrever esse artigo mais ou menos as mesmas coisas, confira aqui.

Editado em 07/04/2012: Um artigo do site Arstechnica sobre o Playstation "4" usar um processador da AMD (acho bem improvável, mas...)

Editado em 18/01/2013: Acabei esquecendo de editar depois do lançamento do Wii U. Como ele utiliza 2 GB de memória DDR3, é provável que os dois tenham 4 GB de memória GDDR5, 8 GB seria possível, mas o custo proibitivo, acho mais vantagem 4 GB de uma memória rápida, do que 8 GB de uma lenta, mas vai saber.

Um artigo do Eurogamer diz que o PS4 terá um processador AMD de 8 núcleos 1,6 GHz, 4 GB de memória GDDR5 e uma placa de vídeo Radeon HD 7970m, como é a versão móvel, apesar de topo de linha, ela deve ter um desempenho comparável a 7770 ou 7850 de desktop. Uma configuração bem sóbria  que foca na economia de energia.

Editado em 19/01/2013: Algumas considerações sobre o desempenho de uma 7970m, lembre-se, segundo rumores o modelo do PS4 conta com 18 clusters de processamento, em vez de 20.

Editado em 27/04/2013: Bem, errei feio, a atual geração vai sair dos processadores PowerPC para os x86, provavelmente a AMD fez um ótimo preço para suas APUs, possibilitando essa troca, já que com os chips IBM também seria necessário comprar as GPUs de outra fabricante, aumentando o custo.

A memória RAM foi outro erro, inicialmente não imaginava mais de 2 GB, depois com o Wii U subi para 4 GB as previsões, mas o PS4 vai vim com 8 GB GDDR5. Seria algo que jamais imaginaria, o máximo disponível no mercado são chips de 512 MB de memória GDDR5, então serão necessários 16 chips (ok, a Sony é mais forte que a Nvidia e AMD, então pode ter pressionado a Samsung a fabricar para elas chips com maior capacidade), o Wii U possui (se não me engano) 4 chips de memória.

Um comentário:

Marvel disse...

Ainda prefiro os jogos PC e hoje com um controle wireless xbox 360 parece que estou a jogar em um Xbox, pois até os menus ficam com os botões dele. O incoveniente do PC é ter que instalar os jogos e muitas vezes sanar as falhas de drivers, BSOD e bla bla bla!