16 de fevereiro de 2011

Passei em Engenharia Elétrica na Unicamp (também na EESC-USP)

Placa da F.E.E.C.
Estou muito feliz porque passei em Engenharia Elétrica na Unicamp e na Escola de Engenharia de São Carlos da USP. Acabei escolhendo a Unicamp pelo perfil da cidade de Campinas, que é conhecida também como "O Vale do Silício brasileiro", e também porque não estava com nem um pouco de vontade de ir tão para o interior de São Paulo, apesar de São Carlos também ser um pólo de tecnologia.

Domingo fui conhecer o lugar que vou morar e andei um pouco na Cidade universitária. Conheci os prédios da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (F.E.E.C.) e do Ciclo Básico onde terei muitas matérias teóricas. Gostei muito do lugar, apesar de imenso tudo é razoavelmente perto, ao contrário da Cidade Universitária da USP em São Paulo.

Agora sobre o curso de Engenharia Elétrica... A F.E.E.C. é a melhor faculdade de engenharia elétrica da américa latina. Isso fica evidente na pós-graduação, ao contrário da Poli/EESC-USP e assim como outros cursos de engenharia da Unicamp, os conceitos da avaliação da Capes são sempre 7 (o maior, é a única pós-graduação de Engenharia Elétrica do Brasil com esse conceito).

Ainda não sei no que quero trabalhar, já que o campo de trabalho de elétrica é muito amplo, passando por transmissão de energia, telecomunicações, microeletrônica (chips de computador), automação, entre outros.

Prestei os vestibulares da USP e da Unicamp sem muita pretensão, nunca achei que fosse passar nas duas. Não fiz isso porque queria sair da UFABC, mas porque não seria ruim ir para uma das duas. Foi muito bom estudar na UFABC, fiz muitos amigos, conheci diversas pessoas, foi um ano muito legal.

O bacharelado em Ciência e Tecnologia é um curso interessante, não concordo em tornar matérias de biologia como obrigatórias para engenheiros, mas o curso em si é interessante. Na prática é um ciclo básico de engenharia como um curso superior. Várias Universidade federais já aderiram, como a tradicional Unifesp com o campus em São José dos Campos. Agora é um novo passo em minha vida, pretendo escrever alguns posts sobre a Unicamp.

Editado em 24/02: Também passei em Engenharia Elétrica na Ufscar!

134 comentários:

Zézinho disse...

Porra,trocaram a placa da feec e eu nem sabia.
Parabéns bichão,muito interessante seu blog,vc é um amante de informática assim como eu.
Agora se prepare pra ficar jogando bolinhas no lab. de fisica,ficar desenhando um monte de merda nas aulas de desenho técnico,perder seu sábado com o senai kkkkk

Anônimo disse...

Então...sem querer pentelhar..mas sempre que uma universidade ganha nota 7 na avaliação da capes ela é única no Brasil, porque essa nota é por comparação...5 é excelente, dentro destas quem tiver mais algumas caracteristicas consegue nota6 ou 7. Na prática, quando uma melhora rouba o 7º lugar e a que era 7º lugar passa pra 6º.

RicardoZ disse...

Nossa, não sabia disso. Peguei um listão com as notas e comecei a comparar. Mas e em física que se não me engano o IF-USP, IFSC-USP e o IFGW-Unicamp têm 7?

Anônimo disse...

Onde saiu que a UNICAMP tem a melhor eng. elétrica da América Latina?

RicardoZ disse...

http://www.youtube.com/watch?v=ObDAD_k6z6k

identique-se Anônimo!

Thaíse disse...

qntos pontos vc fez sem contar a redação na 1 fase? é q eu fiz esse ano e qro ver se eu tenho chance

RicardoZ disse...

Acertei 22, passei raspando, sou péssimo em redações. No entanto, na segunda fase fui muito bem em matemática e recuperei.

Thaíse disse...

nossa então acho q tenho chance de passar vc !!=DD obrigada

RicardoZ disse...

Acertou quantas questões?

Thaíse disse...

errei
*nossa então acho q tenho chance de passar ,

Thaíse disse...

30 so q tava com medo d qndo somasse cm as redações não ficasse a cima de 54

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

E aí Ricardo,
Saiu o resultado do vestibular da Unicamp e, provavelmente, eu não vou ser convocado. Isso é muito triste, man.
Deixa eu te perguntar, sempre preenche todas as vagas? Não tem nenhum caso de pessoas que não correm atrás na última chamada?

Atenciosamente,

Laun

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Você acha possível alguém do cursão se transferir para Engenharia Elétrica depois?

RicardoZ disse...

A última chamada é feita de uma maneira que geralmente todas as vagas são preenchidas, pode dar uma olhada no site da Convest. As vezes acontece de alguém desistir nas primeiras semanas, dai ligam na casa da pessoa.

RicardoZ disse...

Olha, conheço gente que se formou em física, fazendo as matérias da engenharia elétrica e depois pediu reingresso para elétrica e conseguiu, mas não é uma maneira garantida e nem rápida, vai demorar bem mais para se formar.

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Mas depois do reingresso tem que cursar os 5 anos de engenharia elétrica?

RicardoZ disse...

Não, vc elimina as que já cursou, ele foi fazendo muitas matérias da elétrica durante a graduação, tirando que no começo tem muitas matérias que são iguais para os dois cursos, como Cálculos I, II e III, Geometria Analítica, Álgebra Linear, Físicas I e III, Programação... Eu não tenho muita noção de quanto tempo da pra eliminar.

Eu não gosto dessa ideia, é possível, mas é arriscado, não conseguir o reingresso, tirando que é difícil conseguir as matérias da elétrica, pq são reservadas para alunos da elétrica, vc só pega se estiver sobrando vaga.

Eu também não sei como funciona o reingresso, só vi algumas pessoas que conseguiram. Acho que no site da dac vc deve conseguir informações (dac.unicamp.br).

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Então, o cursão tem tudo isso e mais um pouco de matérias relacionado a informática que, por sua vez, estão presentes na grade de engenharia elétrica, se eu não me engano.
Agora mudando um pouco a direção do assunto. Tem um amigo meu que estava concorrendo uma vaga no Senai. Assim, vamos admitir que eram 10 vagas e ele ficou em 20ª lugar. No dia da 3ª chamada, era para os suplentes estarem presentes no Senai às 14:00, porém meu amigo chegou às 14:15 e perdeu a vaga para um candidato que ficou em 30ª lugar. No entanto, se nesse dia não aparecesse nenhum candidato, o Senai ligaria na casa do suplentes para preencher as vagas.
Você acha possível um caso como este acontecer na Unicamp? Eu ganhar uma vaga em função da ausência dos candidatos na última chamada. Seria como uma vitória por W.O. Ou você acha que eles ligariam na casa dos que estariam na minha frente na classificação?

Abraço!

RicardoZ disse...

Posso estar enganado, mas acho que só tem uma de informática, MC102, que tem um nome complicado, mas é programação simples.

Deixa eu ver se eu entendi a pergunta, vc quer saber se depois da última chamada eles podem chamar mais gente? Sim, se alguém desistir do curso. As duas últimas chamadas são no mesmo dia, para garantir que as vagas serão preenchidas, então só se alguém desistir mesmo, é muito difícil não preencher as vagas.

Ou vc quer saber se depois da última chamada, eles podem chamar alguém que não seria exatamente a próxima pessoa da lista? Por ex, a próxima seria a posição 150 e chamariam a 156. Só se as pessoas da 150 até a 155 não tenham declaro interesse, o que é provável, mas pular pessoas que estariam aptas, jamais.

Mário disse...

Cara, você disse que passou em elétrica na Unicamp e na USP São Carlos, mas e quanto à comparação Unicamp x Poli na elétrica (no curso de graduação, claro)? Passei nas duas e quero saber qual é a melhor (se é que há uma melhor). Tente ser imparcial na resposta hehe :P

RicardoZ disse...

Ser imparcial é difícil, né?

Vamos ser práticos, se você mora em São Paulo, ou Grande SP, vai pra Poli, é mais conveniente, se você mora em Campinas, ou perto de Campinas, vai pra Unicamp.

Agora se vc mora em outro lugar... Tem que ver qual estilo de vida você quer. Na boa, qualidade de ensino, emprego garantido, as duas te propiciam.

Eu escrevi comparando as duas um pouco aqui: http://ricardoz.blogspot.com.br/2011/07/como-e-estudar-na-unicamp.html

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Não, eu quis dizer assim: As duas últimas chamadas tem, respectivamente, 1 hora e meia hora para fazer a matrícula. Assim da a entender que para o candidato ficar sabendo de sua convocação e, ao mesmo tempo, se matricular, ele deve estar na DAC esperando ser chamado, ao invés de ver se foi convocado ou não pela internet. Portanto, vamos supor que dentre os candidatos da posição 150 à 180 estejam presentes 3 e, assim, não seja suficiente para preencher todas as vagas. No entanto, tem um candidato da posição 200 que está lá na DAC interessado. Nesse caso, eles dariam a vaga para esse candidato interessado, ou ficaria ligando para os candidatos da posição 150 à 180 para virem fazer a matrícula?

RicardoZ disse...

Se os candidatos de 150 à 180 forem convocados na última chamada e não estiverem lá, perdem o direito a vaga, mas a DAC ligaria na casa dos candidatos na posição 181 em diante, não importando se vc lá estivesse.

Da uma lida aqui: http://www.comvest.unicamp.br/vest2013/manual/convocados.html

Vc ficou em qual posição? Para eng. elétrica?

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

É justamente com base nos dados da Comvest que gerou minha preocupação. Fiquei na posição 170. Estudei muito para conseguir, mas não deu, o jeito é tentar de novo. Fui tão bem na primeira fase, acertei 35 questões e tirei 30 na redação. Esse ano vou estudar para ir melhor ainda. Na segunda fase, praticamente, não teve uma questão que eu olhei e falei: não sei. Todas eu escrevi com respostas pertinentes, porém como cada questão vale 4 pontos, minha média em cada uma deve ter sido entre 0,5 á 2. E isso, infelizmente, gerou uma nota baixa. Vou me preparar melhor dessa vez.

Abraço!

RicardoZ disse...

Apesar de difícil, chance ainda tem, fica esperto para as confirmações de interesse por vaga...

Vc foi muito bem na primeira fase, o ruim da Unicamp é q tem uns macetes da segunda fase. Vc PRECISA ir bem em matemática, se tirar um notão vc tá praticamente dentro, uma questão de mateca vale 3 de pt...

Mário disse...

Primeiramente, quero agradecer pela resposta =]
Quanto a cidade, moro em Jundiai. A distancia pouco influencia na minha escolha, ja que as duas cidades sao proximas.
A escolha, pra mim, fica a merce de informaçoes como a estrutura, laboratorios, empregabilidade, ensino e semelhantes.
Ja ouvi maravilhas sobre os laboratorios de elétrica da unicamp. Por outro lado, só ouvi uma referencia sobre os da poli (que dizia que eram ótimos, alias.
Quanto a emprego, falam que ambas as faculdades garantirão, mas que a poli traz mais facilidades pela grande quantidade de ex alunos que se tornam empresarios (ou outras empresas) que dao alguma preferencia a alunos da poli.
Aí to numa baita duvida hehe

RicardoZ disse...

Eu vejo muita gente da Poli querendo ir mais para o lado financeiro, apesar de existir isso na Unicamp, não me parece tanto. Não gostaria dessa vida, vc ganha dinheiro, sem dúvidas, mas me vejo feliz nisso, é melhor ganhar um pouco menos em um trabalho menos estressante.

Estrutura, sinceramente, eu tenho tudo que preciso na Unicamp, talvez como a proporção de alunos de graduação x pós graduação na Unicamp tende mais para pós que na USP, temos mais verbas por aluno que a USP, mas isso não é grande coisa, pois pode mudar a verba por unidade.

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

É eu sei desses macetes, porém aprendi esses dias. Vou aplicar esse ano no próximo vestibular, é uma pena que não deu man, eu achei que estava na hora de entrar, foi a segunda vez que eu tentei, fiz uma prova tão consciente, eu praticamente sabia responder todas as questões, mas acredito que minha nota em cada uma foi baixa, daí na soma geral não deu.
Comecei a estudar hoje. Torce por mim. Logo eu volto aqui e tomara que seja para dar uma boa noticia e no futuro a gente se vê na FEEC.

Abraço!

RicardoZ disse...

Estou torcendo cara! Esse ano ainda tem chance, não esquece de fazer as confirmações de interesse.

Abraço!

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Olá, Ricardo, tudo bem?
Nós já nos correspondemos outras vezes. Lembra? Então, desta vez, o assunto não é muito diferente daquela que nós conversamos, o vestibular de engenharia elétrica.
Cara, continua sendo o maior sonho da minha vida, estou me preparando, novamente, desde o começo do ano. Faço vários exercícios todos os dias, assisto vídeo aula, leio a teoria e toda semana um simulado.
Nos simulados, Ricardo, apesar de estarem mais difícil que a própria prova da Unicamp do ano passado, meu desempenho não me agrada muito, porque está muito em cima da nota de corte, isso me deixa com medo.
Portanto, Ricardo, conversei com um cara que faz engenharia agrícola e ele disse que no primeiro ano as aulas são todas no ciclo básico, há, somente , 2 específicas. Logo, eu pensei na possibilidade de eu prestar engenharia agrícola e, além disso, fazer algumas disciplinas extra-curriculares de engenharia elétrica e depois me transferir para o curso que tanto sonho.
Então, Ricardo, está possibilidade é evidente, isso daria certo?

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Engenharia Agrícola realmente tem uma nota de corte menor, não é tão complicado passar.

Eu não sei as regras de transferência, pode dar certo, conheço gente que conseguiu transferência pra outros cursos, mas geralmente são cursos menos concorridos.

Recomendaria vc ir melhor atrás, passar na Dac da Unicamp perguntar, de qualquer maneira, se vc passasse no vestibular no ano seguinte, já estaria praticamente com o primeiro ano completo.

Aqui tem os cursos que você pode pedir reingresso depois de formado: http://www.dac.unicamp.br/portal/grad/ingresso/reingresso/curso_reingresso/

Abraço
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Então, amanhã eu pretendo ir na Unicamp, vou passar na Engenharia Agrícola, na DAC e FEEC.
Ricardo, me dê mais uma informação: no segundo ano, normalmente, tem vaga, ou seja, há desistências e jubilamentos?

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Gente que desiste tem, mas também acontece das pessoas mudarem de catalogo e irem pra turma do ano seguinte, pra falar a verdade não sei como isso funciona. Jubilamento é mais complicado, tirando que isso aconteceria mais para o meio/final.

Aqui você pode ver as vagas que estão sobrando: http://www.comvest.unicamp.br/vr/vr2014/cursos.html

Abraço
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Nossa, cara, no 3ª semestre não tem nenhuma vaga, desse jeito esta minha ideia se torna inviável.
Eu acho estranho, porque eu sempre ouço falar que há muita desistência. Logo, eu não imaginava que o número de vagas disponíveis era tão pouco.

Valeu, cara! Espero que eu tenha sorte nesta próxima tentativa.

Abraço!

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Ricardo, eu dei uma pesquisada na matriz curricular do curso de engenharia de telecomunicações, dê uma olhada: http://www.ft.unicamp.br/graduacao/cursos/et/matriz

Tem muita diferença do curso de Engenharia elétrica, você acha que seria possível se transferir no 5º semestre?

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Aqui você pode ver a grade da elétrica: http://www.dac.unicamp.br/sistemas/catalogos/grad/catalogo2013/proposta/sug11.html

A grade é parecida sim, até o nome é igual em muitas, mas todas as sigras são diferentes (então, ao menos na teoria, teria que pedir equivalência em todoas), não sei como funcionaria então, pois não são exatamente as mesmas matérias. Outras tem o mesmo tema, mas são diferentes, por exemplo "TT111 – Geometria Analítica e Álgebra Linear", na elétrica são duas matérias, "TT412 - Probabilidades e Teoria da Informação" na elétrica são duas distintas. "TT314 - Orientação a Objetos 1" essa matéria não existe na elétrica.

Mas... se você pode fazer 2 anos de um curso, pq não fazer os outros 3 e terminar? Só que lembra que Telecom é em Limeira. Você veio conversar na DAC?

Att.
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Não, eu não fui na DAC, porque eu fiquei desanimado quando vi que não daria para pedir transferência de Engenharia Agrícola para Elétrica, daí eu comecei a pensar em transferir de telecomunicações, mas eu pensei nisso hoje e nem dava mais tempo de ir lá na DAC. Entretanto, eu liguei na FEEC, falei com a Vilma e ela disse para mim ver no site da Comvest em vagas remanescente, daí eu vi e lá dizia que é necessário ter uma grade curricular de 80% de compatibilidade. Tendo isso, o candidato faz uma prova e precisa tirar, no mínimo, 5 em cada matéria.
Então, Ricardo, eu não terminaria Engenharia de Telecomunicações, porque engenharia elétrica é o que mais quero.
Eu, sinceramente, estou estudando bastante. Acredito que para estar bem preparado para o vestibular de engenharia elétrica, eu só preciso dar uma revisada para filtrar o conteúdo, porque é muita coisa. Então, isso seria bom para mim não ficar perdido. Até sexta, eu decidirei o que vou fazer, minha inscrição já está feita, escolhi engenharia elétrica nas duas opções.

Abraço!

Luan

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Cara, uma observação:
Apesar de você não ter feito cursinho para fazer o vestibular, você estava muito bem preparado, a prova da USP é bem difícil.
Se tiver algumas dicas para me dar, eu agradeço. kkk...

Abraço!

Ricardo disse...

Ah cara, eu fiz a prova tranquilo, já estava em outra facu, se passasse seria ótimo, caso contrário, paciência.

A única dica que eu te dou é: conheça as regras do vestibular, como é calculada a média, por exemplo: matemática e português na segunda fase são no mesmo dia. Português vem primeiro no caderno de questões, então as pessoas fazem a prova de português e o tempo que sobra fazem matemática, mas cada questão de matemática valem 3 de português, portanto uma péssima escolha.

Como funciona a escolha do curso em segunda opção no vest, as vezes as pessoas colocam um curso em segunda opção mais fácil de passar que o de primeira, mas ele não chama ninguém que coloca em segunda opção.

Ou seja, perca umas 2 horas para ler um pouco sobre isso no site da Comvest.

Abraço
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Então, engenharia elétrica é um curso que me causa dúvidas quanto ao critério de classificação, porque enquanto em vários outros cursos os candidatos que escolhem um determinado curso em primeiro opção, independente da nota que tira, tem vantagem sobre os candidatos que escolhem o mesmo curso, porém, como segunda opção.
Já Engenharia Elétrica, Ricardo, tanto noturno quanto integral, segundo as regras de classificação, a ordem das opções não importa, logo o único critério de classificação é a nota. No entanto, as estatísticas do vestibular anterior diz que ninguém que escolheu este curso em segunda opção foi aprovado.
O meu caso, por exemplo, que escolhi engenharia elétrica integral na primeira opção e noturno na segunda, tenho chance de ser chamado nas duas?

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Isso, bem isso que eu falei para você pesquisar!

Então, o caso da Engenharia Elétrica é uma exceção, pq são cursos relacionados, então seria, no quesito alocação de vagas, a mesma coisa que se você colocasse ambos em primeira opção, você não vai para o g2 automaticamente por colocar o curso em segunda opção. A elétrica integral tem nota de corte maior que a noturna, por isso caso você coloque a integral como primeira opção, se tirar um notão, vai ser chamado para a integral, se for um pouco pior, para o noturno, com opção de mudar para o integral conforme a lista rode. Caso faça ao contrário, como a nota de corte do noturno é menor, ou você passa no noturno ou não passa, não tem como ser chamado para o Integral em segunda opção.

Abraço
Ricardo

Murilo Brasilio Fernandes disse...

E aí cara, tudo bem? A propósito, seu blog é muito bom (adquiri muita informação útil por aqui). Bom cara, acabei de fazer a comvest 2014....Os gabaritos extraoficiais me dão 35 acertos...a redação só em Dezembro rsrs. Mas e aí, na sua opinião realista, acha que é o bastante pra uma segunda fase em Eng. Elétrica (suponha que vou tirar uma nota mediana nas redações)? Obrigado desde já.

Ricardo disse...

Tudo sim. Então, eu ACHO que acertei 34 quando eu passei e tirei metade nas redações, deu para ir para a segunda fase tranquilo. Não estou acompanhando, mas acho que vc passa tranquilo. Agora é estudar muito matemática, física e química para a segunda fase!

Abraço e bom estudo!

Murilo Brasilio Fernandes disse...

Bom, esse ano a relação candidato/vaga está na casa dos 20 e a prova não foi muito díficil (errei muitas questões por falta de atenção). Agora vou reservar o dia pra exatas que é na unicamp que quero estudar. Me deseje sorte e obrigado ^^

Murilo Brasilio Fernandes disse...

Atualização: Saiu o gabarito oficial e agora são 36 acertos ^^

Ricardo disse...

Acho que você passa sem grandes dificuldades para a segunda fase. Quando sair a chamada, vem aqui falar!

Sobre a nota de corte, aqui tem as de 2013: http://geracaovestibular.blogspot.com.br/2013/02/notas-de-corte-brutas-unicamp-2013-1.html

mathsg disse...

Parecido com o amigo ai de cima,fiz 37 acertos esse ano,e creio ter feito boas redações. Você tá por dentro da pontuação de quem prestou esse ano? As pessoas que conheço tiveram médias baixas de acertos,porém,nenhuma prestou Eng. Elét também... Você tem ideia das notas +- dos vestibulandos para elétrica desse ano?

Ricardo disse...

Eu estou BEM por fora, quase não tenho mais contato com vestibulandos, mas 37 acertos é bastante, vc nem precisa de uma redação boa para passar.

Abraço
Ricardo

mathsg disse...

Então,é que particularmente não achei essa prova tão difícil, então temo que a média seja alta.Mas também não tenho muita credibilidade pra falar disso,pois foi apenas a segunda prova que fiz da unicamp,então não sei se o nível sempre foi esse. Que ano você prestou? Você tem alguns dados sobre seu ano, pontuações mínimas pra se passar da primeira fase?

Ricardo disse...

Eu prestei 2011, eu lembro que acertei 34 e tirei +- metade nas redações. Aqui tem um link com as notas de corte ano passado: http://geracaovestibular.blogspot.com.br/2013/02/notas-de-corte-brutas-unicamp-2013-1.html

Abraço

mathsg disse...

Bom,fora o stress do vestibular... E o curso,como tá? Você já tá fechando o segundo ano né? O pior do ciclo básico já deve ter passado então. como foi?

Ricardo disse...

Estou terminando o terceiro. Ah cara, da pra passar, é difícil, mas não impossível. Vc é de onde?

mathsg disse...

Campinas mesmo

mathsg disse...

Olha só...consegui a primeira fase,ainda bem. Algum conselho pra 2 fase? Algo para se focar? Sou da mesma situação que você,já curso faculdade,não fiz cursinho,não li livros obrigatórios,nada... Meu negócio é exatas mesmo, Mat Fis Quim e quem sabe um pouco de Bio tbm né kk

Ricardo disse...

Então cara, a mesma dica que sempre dou, não sei se já falei para vc. Dá uma lida nas regras da nota do vest, vc vai perceber que Matemática tem um peso muito alto em relação a pt, então o esquema é não zerar pt (que mesmo tirando 0,5 sua nota não ficaria tão baixa) e tirar uma nota alta em matemática. Mas isso quem deve fazer a estratégia é vc!

As pessoas geralmente começam por pt, pois vem antes no caderno de prova, logo não sobra muito tempo pra matemática.

Abraço,
Ricardo

mathsg disse...

Acho que o esquema é deixa pt pra depois mesmo. Uma coisa que eu tenho curiosidade é em relação ao critério de correção,existe meio certo?

Ricardo disse...

Posso falar pelo meu ano, parei de acompanhar, mas não deve ter mudado. Cada questão valia 4 pontos, 2 da a) e 2 da b), a banca poderia dar de 0 a 2 para cada item, pulando de 0,5.

Abraço,
Ricardo

Ricardo disse...

Ah, mas NÃO PODE ZERAR NENHUMA PROVA, então precisa tirar pelo menos 0,5 em pt...

mathsg disse...

Ah sim,eu dei uma olhada na prova de pt,vou ter que enrolar um pouco na questões de literaturas,mas aquelas de gramática,que pede-se para interpretar ambiguidades,função sintática de algumas palavras,etc são bem tranquilas,da para ir bem nessa parte sim.

Vc lembra +- qual o peso da cada prova para eng elet?

Ricardo disse...

Era 3 é matemática e 1 para pt. Essas informações tem no site ca Comvest.

mathsg disse...

Voce se lembra +- sua pontuação em matemática? Quanto tirou no 0-48 e quanto ficou na nota padronizada?

Ricardo disse...

Eu não lembro certinho, acho que foi 30 e alguma coisa e 680~690 pontos padronizados (lembro desse, pois praticamente passei devido a essa nota).

mathsg disse...

Você foi bem até... Hoje tava fazendo a prova de 2009,não estava tão facil de conseguir os dados 30 pontos ai ... kk

André Costa disse...

Também estou prestando o vestibular da Unicamp esse ano, minha primeira vez e acho que não fui mal. Fui convocado pra segunda fase e vou seguir suas dicas de começar por Matemática. Meu sonho é Eng. Elétrica também e espero que em 2014 eu me encontre aí. De qualquer modo, queria parabenizá-lo pelo blog e por responder os comentários (vários até agora), peguei muitas informações aqui.
Valeu, Ricardo. Boas festas!

mathsg disse...

Que legal,quem sabe estudaremos juntos ano que vem... como foi seu desempenho na primeira fase?

mathsg disse...

Ricardo, observei que eles chamam a cada ano,em média, até o 150~170º colocado na lista da 2 fase. Você lembra que posição ficou +-??

André Costa disse...

Espero que nos encontremos! Campinas parece ser demais. Fiz 42 acertos e acho que fui bem nas redações nessa primeira fase, mas o que vai contar é essa segundona.

Ricardo disse...

Eu lembro que fiquei por volta de 100 no integral, mas exatamente eu não lembro.

Vale para todos, se você passarem, me mandem uma mensagem, podemos almoçar juntos na primeira semana.

Ricardo disse...

Eu procuro responder todos, acho que até hoje não deixei de responder nenhum.

Parabéns para vocês, vou estar torcendo. Se parecem me avisem para almoçarmos.

Abraço,
Ricardo

mathsg disse...

Consultei hoje a nota da primeira fase,consegui 673,5 ,levando em conta que é uma nota de peso 2 p/ dividir com o resto da 2 fase,acho que já é um bom começo :p

Ricardo disse...

É uma nota muito boa, parabéns!

Abraço.

mathsg disse...

Ricardo,você tem noção +- do critério de correção? Por exemplo em matemática, que erro levaria a um desconto de meio ponto, um ponto, um ponto e meio, dentro de cada item valendo 2 pontos?

Ricardo disse...

Eu não tenho muita noção nisso, posso dizer que se vc acerta uma questão em matemática eles dão os 2 pontos, não descontam por besteira, ao menos é isso que eu ACHO, pois eu imaginava tirar uma nota um pouco menor do que realmente tirei.

No site da Comvest tem o gabarito comentado (provavelmente vai sair daqui uns dias), é um bom lugar para dar uma olhada nisso.

Abraço, Ricardo.

Vinícius disse...

iae ricardo blz? entao cara eu queria sabe se o curso de eng eletrica da feec possui enfase em computação..alem das que estao flando no site

Ricardo disse...

As enfases são as que estão no site da DAC.

Mas se você quer elétrica com enfase em comp, não seria melhor fazer Engenharia de Computação na FEEC? Que a enfase é mais hardware.

Vinícius disse...

iae ricardo.. vlw por responder....entao cara e que assim eu to muito em duvida o que eu quero realmente,tipo eu gosto da parte eletrotecnica mas tambem gosto da parte computacional como hardware...ai eu pesquise sobre a eng eletrica e vi que é uma area mais ampla que a eng da computação..ai eu fiz vest pra esse curso

Ricardo disse...

Entendi, sou bem parecido com você nesse ponto, mas achei elétrica mais a minha cara.

Você foi bem no vestibular?

Vinícius disse...

acho que fui sim...XD to prestando pra eng eletrica noturno acho que passo na 1 chamada

Ricardo disse...

Se passar avisa!

Rosiane Silva disse...

oii Ricardo td bem?? eu tirei 100 pontos a mais do que a media do meu curso na 1 fase e mandei bem na 2 fase. acertei mais da metade das questões em todos os 3 dias de prova...enfermagem não e um curso mt concorrido e eu fui bem nas provas de maior peso que foram português e exatas. vc acha que tenho chances de passar?

Vinícius disse...

blz... ahh e só mais uma duvida.... da pra passa de boa em eng eletrica noturno pra quem fez uma 2 fase boa(mas nem tanto...XD)

Guilherme disse...

Passei! Calouro Engenharia Elétrica Unicamp! Nos vemos por aí :D

Guilherme disse...

Olá, sou eu de novo haha. é muito difícil conseguir um lugar legal pra morar? Pq tava pensando em ir terça que vem pra alugar um lugar ....

Ricardo disse...

Acho que você já descobriu, mas se foi bem, acho que da pra passar.

Desculpe a demora, fiquei uns dias fora da Internet.

Ricardo disse...

Quase certeza que você passou, mas já deve ter descoberto :)

Desculpe a demora, fiquei uns dias fora da Internet.

Ricardo disse...

Se quiser me passar o seu facebook pra gente conversar, depois eu deleto o comentário com o link.

Depende muito cara, eu dei sorte e achei um lugar, desde que estudo lá nunca troquei. É razoavelmente barato, em comparação aos demais lugares, bem organizado, quem cuida é gente fina. Mas também pode ser o contrário, cair numa casa com quem quer só gandaia, dai complica (ao menos para mim). Existe um site que da para procurar http://morarunicamp.com.br/

Barão Geraldo é um lugar caro, infelizmente, São Carlos é mais barato. E Sampa está no mesmo livro nível de Barão.

paulo henrique de lima antunes disse...

Eae Ricardo td bem ?
Ou tu sabe c é muito difícil conseguir uma vaga nos ciências sem fronteiras cursando engenharia elétrica? E outra questão, fazer o mestrado e a graduação junto compensa? É muito difícil ?
Desde já obrigado.

Ricardo disse...

Add, infelizmente é assim mesmo, eles geralmente pedem contrato de 1 ano. Foda que é para própria segurança deles, já que conseguir algum inquilino no resto do ano é quase impossível.

Recomendo você procurar bem, e ir dar uma olhada nas casas, mas como vc é de fora, pode ser mais complicado :/

Ricardo disse...

É muito fácil, não pode reprovar mais de três matérias e precisa do exame de proficiência do idioma do país destino, todos que queriam conseguiram.

Você pode fazer as matérias do mestrado durante a graduação, como elas são bem pesadas (na questão de carga horaria de estudo e trabalhos) as pessoas geralmente evitam. Na prática, cursando as matérias durante a graduação, o mestrado leva apenas mais 1 anos depois de formado na graduação. Se você pretende fazer um mestrado, eu acho que compensa.

mathsg disse...

Eai ricardo,consegui passar!!
Me fala sobre o trote,como é,o que é 'obrigatório' fazer,pq na minha ex escola o trote era bem pesado...

Ricardo disse...

É super de boa o trote cara, também não é obrigado nem na hora da matricula, nem a tarde (quando vão pedir dinheiro)... A Unicamp é muito chata com isso, é algum calouro reclamar, dá um problemão para o veterano...

Se quiser me passa seu facebook, depois apago o comentário.

math disse...

E aí, Ricardo, tudo bem?
Terminei o 3° colegial ano passado. Prestei eng. da computação na unicamp, mas não pessei pq não atingi a nota mínima de opção no terceiro dia, apesar de ter conseguido uma média boa. No meu sonho de vida, desde o primeiro UPA que fiz, a unicamp é parte importantíssima. Apesar disso, passei em ciências da computação na UNESP (Bauru) e após conversar com profissionais da área, decidi que ciência da comp é o que realmente quero, mas ainda quero na Unicamp, por conta da grande concentração de empresas de TI na região.
Já que o curso da UNESP é ótimo, resolvi não desperdiçar: demonstrei interesse e faço a matrícula amanhã. Porém, como já disse, ainda sonho com a unicamp.
Pretendo estudar as matérias do ensino médio em média 2 horas por dia, além de aula particular de redação. Você acha - tendo em vista que minha média esse ano foi 50 pontos superior ao do último convocado para o curso de CC no ano passado - que eu consigo?
Vi que vc fez algo parecido, então gostaria de ter sua opinião e saber se vc chegou a estudar para o vestibular, se vc esqueceu muita matéria do EM no ano em que cursou UFABC etc. Enfim, da sua experiência.

Desde já grato. Parabéns pelo blog, pretendo fazer um também pra narrar minha jornada. Abraços.

Ricardo disse...

Vou te falar, aconteceu a mesma coisa comigo, no fim foi bom, pois acabei mudando de ciência/engenharia de computação para elétrica.

Eu acho que você tem todas as condições, eu sabia no que precisava ir bem. Esqueci bastante coisa, mas tem muitas coisas que acabam ficando óbvias, só dar uma revisada com alguma apostila que você relembra.

Boa parte das físicas são revistas na faculdade, onde algumas equações que pareciam milagrosas passam a ser deduzidas. É claro, eu estava meio enferrujado em português, em geografia não ia jamais saber os relevos e outras coisas, mas geopolítica eu entendia muito. Então sim você tem todas as chances, tirando que ciência da computação basicamente vc precisa ficar acima da nota de corte das especificas para ficar no G1 (alguns anos como 2011 eles chamaram todos do G1).

Eu não fiz cursinho e quase não estudei, prestei por prestar, não dava tempo com as coisas da UFABC...

Abraço,
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

E aí, Ricardo, beleza?

Você sabe algum site que contém as provas da Unicamp como, por exemplo, provas de Cálculo I, II, III, Física I, II, III etc.? Eu quero tê-las para poder treinar.

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Luan, bom dia

Esse site tem muitas provas passadas: http://www.caco.ic.unicamp.br/portal/?q=banco-de-provas

É do centro acadêmico da computação, não é algo oficial, se quiser algo oficial vai depender da boa vontade dos professores, o que é raro. Para achar as provas você precisa saber a sigla da matéria, de cálculo 1, 2, 3 é respectivamente ma111, ma 211 e ma311, de física 1, 2, 3, 4, f128, f228, f328 e f428... Você pode encontrar isso no site da "Dac" (procure no Google), lá tem as grades com as siglas.

O centro acadêmico da elétrica (CABS) também tem provas passadas, mas são de matérias mais especificas. Os de outros cursos também podem ter, mas nunca fui atrás.

Abraço,
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Obrigado, Ricardo, o site é muito bom.

Além disso, Ricardo, você conhece algum site com livros em PDF de Cálculo I, II, III e Física I, II, II, IV, os mesmos que são, normalmente, indicados pelos professores da UNICAMP?

Abraço!

Ricardo disse...

O livro texto indicado para cálculo é do Stewart, ele deve ser usado em quase todos os cursos de cálculo de boas faculdades, não é algo tão avançado, mas está ótimo para engenharia. Se quiser algo mais avançado, usado pelos cursos de matemática/física tem o do Guidorizzi. Na parte de equações diferenciais (cálculo 2 Unicamp e 3 na USP) é usado o do Boyce.

Em física é usado o do Halliday, é um livro muito bem explicado, mas um pouco básico, nas aulas são vistas alguns assuntos e deduzidas algumas equações não presentes no livro, mas a didática e explicações são ótimas. Um livro mais avançado seria o do Moyses, que é mais avançado e mais pesado.

Todos esses livros podem ser encontrados em qualquer livraria, são bem fáceis de achar.

Abraço,
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Então, eu vou fazer Engenharia lá na Unicamp, por isso quero ter os livros. O problema é que eles são caros (risos). Minha intenção, é comprar um tablet e tê-los em PDF. Mas deixa eu te perguntar um pouco sobre eles: a estrutura deles é semelhante as apostilas de cursinho como, por exemplo, teoria, exercícios resolvidos, lista de exercícios propostos e gabarito?


Abraço!

Ricardo disse...

Entendi, mais ou menos isso, os exercícios resolvidos são alguns exemplos. O gabarito geralmente só tem resposta dos impares.

Agora sobre PDFs, eu não posso te passar, não existe nada de pirataria no blog. Desculpe...

Abraço,
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Certo!
E sobre o livro de Geometria Analítica e Vetores, qual é o mais usado na Unicamp?

Abraço!

Ricardo disse...

Usam muito o do Callioli (http://compare.buscape.com.br/algebra-linear-e-aplicacoes-callioli-carlos-8570562977.html#precos), que considero melhor. Também usam o do Reginaldo Santos, que tem disponível no site dele: http://www.mat.ufmg.br/~regi/livros.html .

Existem muitos outros, como o do Gilbert Strang (as aulas dele do MIT no Youtube são boas!).

Abraço,
Ricardo

math disse...

Obrigado pela resposta, cara! Espero que dê tudo certo.

Parabéns pelo blog mais uma vez.

Ricardo disse...

Cara, desculpe, não sei pq li sua pergunta como Álgebra Linear, nesse caso usamos o livro do Reginaldo, que também está disponível no site dele.

Abraço,
Ricardo

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Obrigado pelas informações.
Cara, como eu faço para ver a lista de matérias eletivas da Unicamp?

Abraço!

Ricardo disse...

Boa pergunta cara, da FEEC vc pode olhar no site da comissão de graduação (http://www0.fee.unicamp.br/cg/), mas de outros cursos eu não sei. São poucas eletivas na elétrica.

Abraço,
Ricardo

Mell disse...

Oi Ricardo, prestei vest pra eng. elétrica 2015, acertei 66 questões, como o vest mudou esse ano talvez vc não saiba me responder, mas vc acha que é uma nota suficiente para passar para 2 fase??

Ricardo disse...

É, realmente não sei, como é o primeiro ano é um pouco difícil.

Isabela disse...

Oi Ricardo
Passei em Eng Elétrica na USP São Carlos e na Umicamp período noturno. Moro em Campinas, estou super na dúvida por causa do tempo do curso a noite 14 semestres. Você acha que consigo fazer algumas matérias de dia? É fácil conseguir um remanejamento para EEI? Gostaria de ouvir sua opnião
Obrigada

Ricardo disse...

Eu iria para a Unicamp, sair da sua cidade para ir para outra? Só o dinheiro a mais que você vai gastar...

Consegue, eu não sei o quanto, mas 6 anos não é difícil. Tirando que você pode acabar transferindo, mas eu não sei como funciona.

Unknown disse...

Ricardo. O meu filho foi aprovado em Telecom da Unicamp. Me disseram que a primeira turma ainda está em andamento. Você acha que a Unicamp Telecom é melhor que Engenharia na UFABC? Agradeço a ajuda.

BioDiversidadeCientífica disse...

Fala aí Ricardo, blz? mt massa esse teu blog...eu prestei Eng. Elétrica not. aí na Unicamp, fiz 526 pontos e estou na posição 171º, será q dá? Isabela, desculpa perguntar, mas quantos pontos vc fez, só pra eu ter uma noção?

Unknown disse...

Eu me chamo Grecia Vall. Eu não consegui incluir o meu nome.

Ricardo disse...

Blz!

Aqui dá para vc ver qual foi o último colocado chamado ano passado: http://www.comvest.unicamp.br/estatisticas/2014/ultimo_convocado.html

E da para ver nos outros anos, dai da pra ter uma ideia...

Eu realmente não lembro a nota, faz muito anos...

Ricardo disse...

Então, o curso de Engenharia de Telecom é "novo", na realidade era um curso tecnólogo que passou a ser Engenharia. Então laboratórios e toda infraestrutura, professores, já deve estar bem consolidado.

Este curso é de Limeira, que eu não conheço nem o Campus, então não posso falar muito.

Unknown disse...

Agradeço, de qualquer forma, os esclarecimentos.

Gabriel Henrique disse...

bem legal gostei

Unknown disse...

Opa Ricardo, beleza?
Cara, me interessei bastante no seu blog, ainda mais porque é muito semelhante à minha situação.

Então, eu prestei esse ano pra Engenharia Elétrica na Unicamp, fui pra segunda fase, mas não passei. Tenho quase certeza que erraram algo na correção da minha redação.

Mas enfim, passei na UFABC e ouvi coisas muito boas de lá e estou até me animando, mas ainda assim não era a facul que eu queria e vou fazer assim como você, prestar de novo para a Unicamp no final de 2015. Mas eu quero saber, o que você achou da UFABC? Vale a pena deixar de prestar unicamp de novo e seguir no curso de BC&T? Como é a infraestrutura de lá? Perde muito para a Unicamp? Fiquei um pouco animado de estudar lá, mas o que mais me deixa cabisbaixo é que lá não tem Engenharia Elétrica e nem era a facul que eu queria depois de um ano de cursinho.

Ricardo disse...

Eu cursei a UFABC em 2010, agora ela tem o dobro do tempo de vida que tinha naquela época. Eu achei na época que faltava um pouco de estrutura para o cursos de Engenharia, mas isso deve ter mudado com este tempo.

O melhor que você tem a fazer é falar com alunos de lá e decidir. Eu tive um pouco de sorte em entrar na Unicamp sem fazer cursinho e cursando a sério outra universidade (eu estava seguindo a grade sugerida e não tive nenhuma reprovação). Se vc realmente quer a Unicamp dai vc deve pensar se dever ir para a UFABC.

Abraço!

Unknown disse...

Então, eu fiquei bem abalado de não ter passado na Unicamp e ir para a UFABC, pois só comecei a considerar a UFABC quando começou as incrições pro SISU e eu estava botando muitas esperanças na Unicamp, porque era ou USP ou Unicamp. E depois que veio aquele baque, comecei a conversar com um pessoal sobre a UFABC e vi que é uma puta de um facul. Então eu quero saber se de algum jeito eu vou "perder algo" tem a UFABC no meu currículo e não a Unicamp, sabe?

Infelizmente, eu tenho quase certeza que eles erraram minha correção da Redação (que agora é na segunda fase) e nao consegui passar. Fiquei muito feliz com a aprovação na UFABC, mas me deixa chateado não ter Engenharia Elétrica, ser quadrimestral e começar minhas aulas só no dia 25 de maio. (E queria estar em um campus também hahaha)

Isac Santos Andrade disse...

Bos Tarde.

Então, também estive na indecisão , pois moro do lado do ABC.
Passei na UFABC e na UFScar .
Quero Engenharia Elétrica desde o começo, mas quando me matriculei na UFABC gostei muito do projeto e do clima de pesquisa lá dentro.
Na UFSCar quando visitei o campus, gostei muito da receptividade e do tamanho do campus, mas estar mais próximo da família me levou a escolher a UFABC.

Apesar de não ter Engenharia Elétrica vi que tinha pós nessa área e fiquei contente.

Ricardo, acha que deve perder algo, por não estar na UFSCar ?

Isac Andrade - 19 anos.


Ricardo disse...

Apesar de ter amigos que estudam na UFSCar, eu não conheço e nem nunca fui lá e a UFABC mudou muito nos últimos anos.

Qualquer coisa que eu falar é pura especulação.

Que curso pretende fazer na UFABC?
Abraço!

ronaldo disse...

Ricardo, hj vi que passei em eng eletrica integral na unicamp na 4a chamada. No entanto, ja estou a duas semanas estudando o mesmo curso na eesc. Moro em jundiai(proximo a campinas). Vc acredita que seria uma boa opcao sair da eesc e optar pela unicamp?? Agradeco desde ja (;

Ricardo disse...

Ronaldo, na maioria dos casos aqui eu explico um pouco sobre as duas universidades (se eu souber) e deixo a pessoa tirar as conclusões.

A Unicamp sempre foi a minha primeira opção em relação a EESC, e eu nunca me arrependi disso. Ainda mais que você é de Jundiaí, daria até para ir e voltar todo dia de casa se quisesse (apesar de cansativo).

Eu escolheria com certeza a Unicamp. Se vc vir para cá é provável que peguemos o mesmo ônibus de vez em quando.

Abraço!

Unknown disse...

Ricardo, responde aqui por favor hahaha

Ricardo disse...

Eu não sei oq responder para você. Quem pode responder se "de algum jeito eu vou "perder algo" tem a UFABC no meu currículo e não a Unicamp" é você...

Sobre a redação da Unicamp, dependendo eles podem quase zerar se considerarem que vc fugiu do tema. Isso, infelizmente, não é tão incomum...

Isac Santos Andrade disse...

Pretendo fazer IAR - que seria Controle e Automação.
Sexta recebi uma chama pra UNESP - Guará.
Pretendo fazer intercâmbio também.
Agora ferrou tudo, hahahaha, pela UFABC acredito que com 2 quad já consiga um CsF, pela UNESP iria apenas nos 4° ano.
Na Unesp é Eng Elétrica.A Especialização que gostaria de seguir seria Control-Eletrônica e Automação.
Isso me quebra as vezes, porque olhando o projeto pedagógico das três - Unesp Ufscar e Ufabc - vejo o mesmo ramo de estudos.

Qual sua perspectiva sobre tudo isso aew ?

- Muito obrigado pelas dicas e opiniões.Está me ajudando muito.

Abraço

Ricardo disse...

Ah cara, eu realmente não conheço nada da Unesp.

Nem sabia que uma universidade ditava o ano de intercambio do CsF, pq geralmente vc fica limitado pelo edital do CsF.

Se vc quer muito CsF, levando em conta o governo, tem que ver se eles vão manter esse programa por vários anos... Neste caso a UFABC poderia ser uma opção melhor...

De resto, vc quer sair de casa? Conhece o campus da Unesp?

Abraço.

Luan Carlos Martins dos Santos disse...

Olá, Ricardo, Beleza?

Cara, é difícil conseguir equivalência nas matérias do curso de engenharia elétrica da Unicamp?
Quem é o coordenador do curso?

Atenciosamente,

Luan C. Martins dos Santos

Ricardo disse...

Não sei cara.

É o Rafael Mendes.

Abraço!

Ricardo disse...

Se bem que agora o coordenador mudou.

Parece que é o Renato Lopes o novo.

Unknown disse...

Ricardo,você considera o curso de engenharia elétrica na unicamp difícil de passar?Como foi seu desempenho na segunda fase da prova em outra matérias além de matemática?(sei que faz um tempo considerável do seu êxito,mas seria de grande valia um comentário)
Agradeço desde já
Ps:admiro muito seu blog e seus textos sobre a universidade dos meus sonhos.

Ricardo disse...

Então, fácil não é, fica menos difícil se você saber o que o vestibular mais cobra, no meu caso eu sabia muito de matemática e física e tirei uma nota muito boa nestas (ou no mix que a física fazia parte), que tinham peso bem maior na época (não sei como está hoje).

Mas falar sobre o vestibular atual é difícil, não acompanho mais isso, daqui a poucos meses estarei fora da universidade.

Obrigado!!!

Maikon Militão disse...

Olá Ricardo, tudo bem? Acabo de saber a minha média na primeira fase da Unicamp que foi de 640. Você acha que é uma boa média para o curso de eng elétrica(Noturno)? Desde já muito obrigado. Um grande abraço.

Ricardo disse...

Faz alguns anos que eu não acompanho isso, então eu não sei.

O site da Comvest deve ser uma boa fonte de informação em relação a notas de corte...

Abraço!