20 de julho de 2009

MenuetOS - Sistemas Operacionais IV

Um sistema operacional escrito em Assembly, essa é a proposta do MenuetOS, que é extremamente pequeno (ocupa menos que um disquete), leve e rápido (ao menos para iniciar). Já é um sistema antigo, mas é legal para estudo, ainda mais que a versão x86 é Open Source (a versão 64 bits é apenas Freeware).

Para iniciar ele faz perguntas como resolução da tela, tipo de mouse (UBS, Serial), quantidade de RAM, depois disso ele carrega o Desktop quase que instantaneamente. O Desktop é bem simples, existe uma espécie de menu com os programas na parte de cima

O suporte a Hardware é muito precário, mas apesar disso conta com suporte a USB 2.0, WebCam e impressora (sera que alguém usa?). Não vem com um Browser, apesar de suportar o protocolo TCP/IP, conta com alguns programas básicos, como um Paint rudimentar, um visualizador de Jpeg outro de BMP, CD Player (que não funcionou), um servidor, diversos clientes, como DHCP, DNS, Telnet, IRC e até um de xadrez.

O sistema é legal para se ter noção do que é possível fazer com 1.44 MB, e ver o desperdício de espaço que os sistemas atuais fazem, mas não se animem, é praticamente impossível usar o sistema, que é lento para fazer tarefas corriqueiras como abrir uma imagem BMP, alem da falta de programas compatíveis.

Para mais informações acesse a página oficial.

4 comentários:

Anônimo disse...

quem vai usa um treco desse?

RobsonB disse...

É leve o bastante para rodar um servidor num micro mais capenga, se rodar algum tipo de P2P baseado em algum tipo de programação compilada para ele, seria um servidor de torrent muito interessante!

Em empresas, como um servidor de DNS, serviria como um filtro para o que se pode ou não navegar, muito interessante.

RicardoZ disse...

nem tinha pensado em usar como pc de downloads...deve ser possivel, o problema é achar um cliente torrent, nem browser tem...

mas quanto a um servidor DNS e Firewall, esquece, duvido muito que ele consiga, para isso é muito melhor uma distribuição Linux leve...

Anônimo disse...

Parece ser uma opção para pcs realmente velhos, irei testar em um 486 encostado aqui e volto a postar o resultado

obrigado pela dica